fbpx

CONTAMINAÇÃO DE FUROS DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO

Sobre este projeto

caso-de-estudo-quatro-furos-de-captacao

Serviço:  Identificação da existência de microrganismos em 4 furos de captação de água para consumo Humano.

Resumo do serviço: Foram realizadas recolhas de amostras da água para análise de risco microbiológico da água de 4 furos distintos, usando para tal o kit de teste rápido ATP metry de 2ª geração, que mede carga microbiológica total na água.

Desafio: A entidade gestora enfrentava queixas frequentes de odor e sabor na água, e era difícil manter as concentrações de desinfectante. As tradicionais limpezas por flushing não foram efectivas. Os técnicos suspeitaram a existência de contaminação microbiológica num ou mais furos, mas os resultados laboratoriais por contagem de placas foram negativos nos 4 casos.

Solução: Testes de ATP e testes iBART (“Biological Activity Reaction Tests”) foram conduzidos para se determinar a origem do problema e confirmar a presença de contaminação microbiológica.
A tecnologia de análise de ATP de 2ª Geração da Luminultra, é uma tecnologia de análise microbiológica rápida e simples de usar, de baixo custo e produz resultados fiáveis em apenas alguns minutos.
O ATP de 2ª geração quantifica todos os organismos vivos em ambiente líquido, incluindo algas, fungos e protozoários, para além de bactérias.

Resultados: Em 5 minutos constatou-se que os valores de concentração de ATP revelavam crescimento microbiológico no furo 1, tal como se constata no gráfico em baixo:

Os furos 1, 2 e 3 foram desinfectados e novamente testados com o método ATP de 2ª geração, obtendo-se assim valores baixos de ATP nos 3 furos após desinfeção:

Conclusões: Identificando rapidamente os poços contaminados, o tratamento pode ser direccionado e aplicado somente onde foi necessário.
O teste de ATP de 2ª geração permitiu a avaliação rápida e o tratamento dos poços no local e o teste de acompanhamento BART permitiu que a contaminação fosse caracterizada.

Porque não foi detectada contaminação com os testes tradicionais por contagem de placas?

A Contagem de microrganismos em Placas Heterotróficas (HPCs) são testes baseados em cultura que avaliam o crescimento de microrganismos heterotróficos. Bactérias autotróficas, como bactérias nitrificantes, não são detetadas porque requerem uma fonte de alimento diferente.
Outros fatores como temperatura, tipo de meio e tempo de incubação estão diretamente ligados a quais os micróbios capazes de crescer e de se reproduzir. Quaisquer microrganismos não viáveis sob essas condições específicas não serão detetados.

Em média, os HPCs detectam <1% de todos os micróbios presentes numa amostra, tal afirmação é citada numa Orientação da Health Canada sobre o uso de HPCs em fontes de água potável Canadianas.